NOTÍCIAS DA SEFAZ

Assembleia Legislativa concede título a Cláudio Trinchão

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, representada pelos deputados da casa, concedeu na manhã desta quinta-feira (20), ao secretário de Estado da Fazenda, Claúdio Trinchão, o título de Cidadão Maranhense. O certificado foi entregue pelo deputado Afonso Manoel, responsável pela indicação da comenda ao responsável pela pasta da Secretaria da Fazenda do Estado do Maranhão (Sefaz). O Título de Cidadão Maranhense é cedido a pessoas que tenham prestado serviços relevantes ao Estado.
Na solenidade, o secretário discursou sobre a responsabilidade em adotar mais um estado, e estendeu o discurso, falando da continuidade aos projetos que vem sendo realizado e dos compromissos com o povo maranhense.
”Agradeço a todos que concederam o prazer de me tornar um cidadão maranhense e direito. Se hoje estou recebendo este título, foi devido à colaboração de cada um de vocês. Tive uma trajetória de lutas e de muitas conquistas, dentre elas, a oportunidade de contribuir com o desenvolvimento tecnológico, de infraestrutura e dos nossos profissionais. Hoje nós temos uma das maiores taxas de investimento em Recursos Humanos do Brasil. São exatamente 210 funcionários participando de cursos de pós-graduação, trazendo mais qualificação para esse servidor. Outra conquista foi a questão salarial dos nossos funcionários, possibilitando melhorias. Além da realização de um investimento significativo na infraestrutura da Fazenda, um esboço projeta, por meio de licitação, a construção da Escola Fazendária para o Maranhão”, concluiu Trinchão.
Os representantes da Assembleia Legislativa, os deputados Afonso Manoel e Eduardo Braide, falaram da contribuição do secretário Cláudio Trinchão para o Maranhão. ”O reconhecimento que o próprio homenageado fez a todo corpo da SEFAZ demonstra a união da equipe para desenvolver o trabalho. È inegável o avanço do sistema Fazendário nos últimos anos no Maranhão, no que diz respeito a sua modernização e também ao resultado positivo dado ao nosso estado. Com o título, além de gostar do estado e de ter constituído família, Trinchão também passará a ter uma responsabilidade maior, já que além de fato, ele passa a ser de direito cidadão maranhense. Espero que ele aproveite toda a experiência para tornar um estado cada vez melhor e com mais qualidade de vida para o povo”, disse Eduardo Bride.
Trajetória na SEFAZ
O reconhecimento ao Secretário é fruto de seu trabalho como servidor do Estado e da SEFAZ, que há mais de 15 anos vem atuando em Postos Fiscais, Unidades Regionais e Fiscalização de mercadorias em trânsito. É, também, o resultado de um trabalho que vem sendo desenvolvido ao longo de quase 5 anos (maio de 2009 a março de 2014) em que esteve à frente da Secretaria da Fazenda, pautando sua atuação em diversas frentes de trabalho.
Entre 2012 e 2013, foi Coordenador dos Secretários de Fazenda no CONFAZ, tratando exaustivamente, especialmente em audiência públicas no Congresso Nacional, de temas de interesse dos estados, entre eles, Benefícios fiscais; Unificação das alíquotas do ICMS; Renegociação das dívidas dos Estados; Criação dos Fundos de Desenvolvimento Regional e o de Equalização de Receitas para compensar perdas; Ressarcimento das perdas provocadas pela Lei Kandir; Repartição dos royalties;Recomposição da perda dos estados em decorrência da desoneração do IPI, com impacto no Fundo de Participação dos Estados (FPE); Novos critérios para partilha do FPE, entre outros.
Além disso, atuou em diversos Comitês estaduais, com destaque para a sua participação no Comitê Gestor e a Comissão de Seleção e Avaliação de Projetos Produtivos para implementação do apoio complementar do Fundo Maranhense de Combate a Pobreza (FUMACOP) e do Fundo Social/BNDES, responsável pela definição de diretrizes e a análise técnica, jurídica e aprovação dos projetos de combate à pobreza.
Perfil
Cláudio Trinchão é natural de Salvador (BA), mas mora no Maranhão desde 1998, quando assumiu o cargo de Auditor Fiscal da Receita Estadual, por meio do concurso público de 1997. Formado em Engenharia Civil e Direito e  pós graduação em Gestão Pública, Administração Tributária, Direito Tributário, Contabilidade Prática Avançada, Sistemas e Técnicas Avançadas em Internet e Intranet, além do mestrado em Ciência Jurídica e o Mestrado Internacional em Fazenda Pública e Administração Financeira.

Deixe uma resposta